Cursos

Ycon Cursos

Plano de Mobilidade Urbana

CÓDIGO: AN-105

22 e 23 de setembro de 2017

Apresentação:
A Lei Nº 12.587, de janeiro de 2012, institui as diretrizes da Política Nacional de Mobilidade Urbana e determina, como regra geral, que os Municípios com mais de 20.000 habitantes elaborem o Plano de Mobilidade Urbana (PMU), levando em conta as disposições do Plano Diretor. Os Municípios tem o prazo máximo de 3 anos a partir de 2012 para elaborar seus planos de mobilidade urbana, ou seja, até janeiro de 2015. Passado esse prazo, as cidades que não tiverem elaborado o plano não poderão receber do Governo Federal recursos financeiros destinados à mobilidade urbana, até que elaborem o PMU. 

Ementa
A mobilidade urbana é o deslocamento das pessoas e bens na cidade, utilizando para isso diferentes tipos de veículos, vias e toda a infraestrutura urbana.  Uma cidade com boa mobilidade urbana é a que oferece condições para que as pessoas se locomovam fácil e confortavelmente, independentemente do modo de transporte.

O Plano de Mobilidade Urbana serve para orientar e regulamentar o transporte e a mobilidade de uma cidade. Nele, o Município deve garantir a universalização e a acessibilidade do serviço,  priorizar o transporte não-motorizado (o pedestre e o uso da bicicleta) e, em seguida, o coletivo, podendo adotar medidas para restringir o uso de veículos individuais, como forma de desestimular o uso habitual desse modal.

Deve ser elaborado de forma participativa, a partir de um diagnóstico realista sobre a cidade. Deve ter metas a curto e longo prazo capazes de aumentar a mobilidade urbana, promover a diversificação e integração dos meios de transporte, controlar a poluição e emissões de gases do efeito estufa do setor de transportes.  Deve conter projetos capazes de promover melhorias sociais, ambientais, de saúde e econômicas.

A proposta é que as pessoas possam atuar de forma participativa no planejamento de suas cidades, acompanhando a elaboração dos Planos de Mobilidade Urbana e cobrando investimentos em transporte coletivo e não motorizado – ciclovias, bicicletários, calçadas. É fundamental que todos os cidadãos possam mudar seus hábitos e participar na transformação da mobilidade nas nossas cidades.

Vale destacar que a Política Nacional de Mobilidade Urbana é orientada pelas seguintes diretrizes:

I - integração com a política de desenvolvimento urbano e respectivas políticas setoriais de habitação, saneamento básico, planejamento e gestão do uso do solo no âmbito dos entes federativos;
II - prioridade dos modos de transportes não motorizados sobre os motorizados e dos serviços de transporte público coletivo sobre o transporte individual motorizado;
III - integração entre os modos e serviços de transporte urbano;
IV - mitigação dos custos ambientais, sociais e econômicos dos deslocamentos de pessoas e cargas na cidade;
V - incentivo ao desenvolvimento científico-tecnológico e ao uso de energias renováveis e menos poluentes;
VI - priorização de projetos de transporte público coletivo estruturadores do território e indutores do desenvolvimento urbano integrado; e
VII - integração entre as cidades gêmeas localizadas na faixa de fronteira com outros países sobre a linha divisória internacional.

O Curso de Plano de Mobilidade Urbana tem o objetivo de capacitar técnicos públicos e privados na formulação e gestão da Mobilidade Urbana. 

Palestrantes
Pascoal Mário Costa Guglielmi
Arquiteto, urbanista e planejador com 32 anos de experiência, formado em 1976 pela FAU Mackenzie, com pós-graduação em Housing pela Architectural Association de Londres e mestrado em Planejamento Urbano pela Fundação Getúlio Vargas. Exerceu 18 anos de atividades docentes em Planejamento e Urbanismo nas Universidades Mackenzie, Belas Artes, São Judas e Cruzeiro do Sul.
Trabalhou de 1980 a 1984 no Banco Nacional da Habitação, onde adquiriu amplo conhecimento das políticas habitacionais, do desenvolvimento de projetos, dos sistemas executivos e do processo de seleção e estudo de viabilidade de áreas.
Credenciado pelo Ministério das Cidades, responsável pela TECTON Planejamento e membro do Instituto CIDADE, desenvolveu projetos habitacionais e urbanísticos para esferas de governo estadual e municipal, como Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano de São Paulo (CDHU), Programa Guarapiranga em São Paulo e Favela-Bairro no Rio de Janeiro. Participou das Bienais de Arquitetura de Veneza de 2002 e de São Paulo de 2003.
Coordenou a elaboração dos Planos Diretores da SubPrefeitura do Butantã  em São Paulo, Franco da Rocha, Ourinhos, Cocal do Sul, Orleans, Siderópolis e Treviso.
Desenvolveu os Planos Habitacionais Pindamonhangaba, Limeira, Tietê, Ilhabela, Vassouras e Roseira.
Desenvolve atualmente o Plano de Mobilidade Urbana de Panambi.

Marcelo Palhares
Arquiteto formado pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas, com especialização pela Dresden University of Technology, da Alemanha.
Experiência em planejamento viário e projetos de corredores de transportes coletivos redistribuição de linhas, pesquisa de tráfego, projetos de melhorias viárias em área central, planejamento viário, sinalização e Pólos Geradores de Tráfego, Modelagem matemática e simulação de tráfego tendo atuado em empresas de consultoria (Protran Engenharia e TTC – Eng. de Tráfego e de Transportes) e atuou desde 08/2006 até 2/2013 na CET – Companhia de Engenharia de Tráfego – São Paulo.
Experiência em projetos de Responsabilidade Social e Ambiental Corporativa, integração das áreas de Saúde, Meio Ambiente e Segurança do Trabalho, projetos sociais e ambientais, relação com a comunidade (público interno e externo), Stakeholder Management, Sistema de Gerenciamento Ambiental – SGA – ISO 14000. Assessoria em Estudos de Impacto Ambiental – EIA/RIMA, PRAD, RAP, Diagnósticos Sócio Ambientais. Assuntos Regulatórios e Legislação Ambiental. Licenciamento Ambiental.
Desenvolveu estudos para identificação de impactos resultantes da implantação de Polos Geradores de Tráfego. Desenvolveu pesquisas em Shopping Centers para identificação de impactos no tráfego e elaboração de modelos matemáticos para atração de viagens. Elaborou proposta de implantação de Sistema de Compensação Monetária para implantação de Polos Geradores de Viagens com base no sistema de Traffic Impact Fees adotado nos EUA.
Elaborou estudos para Implantação de Sistema de Estações de Bike Sharing – Projeto Bike Sampa, com o acompanhamento da implantação de 100 estações. Participou do desenvolvimento do Sistema Cicloviário atual de São Paulo.
Colaborou na elaboração de Plano de Pesquisa de Origem e Destino de Cargas no Município de São Paulo, financiado pelo Banco Mundial e no apoio à coordenação do Consórcio CS – TIS – Cambridge Systematics (EUA) e Transportes, Inovação e Sistemas (Portugal), responsáveis pelo Projeto de Pesquisa.
Está desenvolvendo o Plano de Mobilidade Urbana de Panambi/RS.

Metodologia
O curso de Plano de Mobilidade Urbana conterá apresentações expositivas e sessões de discussão e debate visando sanar dúvidas e permitir o diálogo entre participantes à luz dos temas.

Data
22 e 23 de setembro de 2017
Sexta-feira, das 19h às 22h
Sábado, das 9h às 17h

Turma única no ano.

Carga Horária
10 horas

Local
YCON - Formação Continuada
Rua Fidalga, 27 - Vila Madalena
São Paulo - SP

Investimento
R$ 590 à vista
ou 2 x de R$ 303
ou 3 x de R$ 207
ou 4 x de R$ 159
ou 5 x de R$ 130
ou 6 x de R$ 111

Descontos Especiais
10% de desconto: Profissionais em grupo de duas pessoas.
20% de desconto: Estudantes de Graduação e Professores.

Os descontos acima não são cumulativos e aplicam-se
tanto ao preço à vista como às parcelas.

Consulte desconto para grupos de três ou mais pessoas.

Concedemos descontos para inscrição em mais de um curso.
Solicite um orçamento.

Incluso no valor da inscrição
1) Material didático completo;
2) Serviço de coffee-breaks;
3) Emissão de certificados.

Formas de Pagamento
Depósito/transferência bancária, cartão de crédito/débito, boleto bancário e cheque.

Procedimento de Inscrição
1) Clique no link em azul escrito "Inscreva-se";
2) Preencha o formulário de pré-inscrição on-line;
3) Aguarde nosso e-mail de confirmação com as instruções de pagamento.

Informações
Ycon Formação Continuada
Rua Fidalga, 27 - Vila Madalena - São Paulo - SP
Fone/fax: (11) 3816-0441
E-mail: cursos@ycon.com.br